Início BLOG DO BACANA UNAMA recebe selo de Empresa Cidadã

UNAMA recebe selo de Empresa Cidadã

Compartilhar

Foto: Divulgação

Certificação foi concedida a partir da assinatura do convênio com a Seaster

A UNAMA – Universidade da Amazônia recebeu o selo de “Empresa Cidadã” concedido pela Secretaria de Estado Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (SEASTER). O reconhecimento foi entregue em forma de certificado à reitora da Instituição, Betânia Fidalgo, no campus Alcindo Cacela, no último dia 12 de janeiro.

O título é concedido para empresas que aderem a política “Primeiro Ofício” como forma de reconhecer os relevantes serviços prestados à sociedade paraense, em especial à juventude. No ato, a UNAMA assinou o convênio com o programa, que tem como finalidade dar oportunidades aos jovens aprendizes de adquirir experiência profissional no mercado de trabalho.

A reitora destacou que essa é a consolidação do trabalho que a Universidade vem desenvolvendo para a população. “A assinatura deste convênio mostra que a UNAMA se enquadra no seu papel enquanto uma Instituição de Ensino Superior atuante e focada em oferecer oportunidade para jovens nesse programa que potencializa a geração de emprego e renda”, afirmou.

Seguindo as diretrizes propostas pela política, a assinatura do convênio permite que jovens aprendizes sejam inseridos no mercado, estimulando o desenvolvimento de cooperativas de trabalho voltadas à inclusão e empreendedorismo, possibilitando ao jovem formação e condições para o seu desenvolvimento.

Primeiro Ofício
O Primeiro Ofício atenderá aos jovens com idade entre 14 a 24 anos em situação de vulnerabilidade social, inscritos no cadastro único, moradores de regiões e bairros que apresentem maiores índices de vulnerabilidade; jovens em cumprimento de medidas socioeducativas; egressos das instituições de privação de liberdade; jovens pertencentes a famílias de baixa renda; pessoas com deficiência; jovens matriculados regularmente na rede pública de ensino fundamental, médio ou superior, participantes de programas de bolsas de estudo financiadas por recursos públicos vinculados à rede privada de ensino; jovens que concluíram o ensino médio e que não estejam cursando os níveis superiores e os que concluíram o ensino superior e que ainda estejam em idade de participar do programa na condição trainee.