Início BACANA NEWS Projeto Mãe, da ParáPaz promove primeira consulta dentária a bebês

Projeto Mãe, da ParáPaz promove primeira consulta dentária a bebês

Compartilhar

Foto: Ana Paula Lima / ParáPaz

Por Agência Pará

Na manhã desta quinta-feira (5) o consultório odontológico da universidade Uninassau, em Belém, ficou cheio de mamães e bebês do Projeto Mãe, dos polos da Terra Firme e UFRA. Foi o início da segunda etapa do projeto, da Fundação ParáPaz, que em parceria com a universidade, atenderá, por dois anos, os bebês das gestantes a partir do nascimento.

Ana Carolina Pereira (24), não escondeu a felicidade em levar a filha de três meses para sua primeira consulta. “Eu percebi que na gengiva da minha filha tinha uma mancha branca e queria saber se era normal. Quando ela foi atendida e a doutora viu que era por causa do leite, fiquei aliviada, mas ela disse que poderia ser uma coisa mais séria”, disse. Ana Carolina também tem uma filha de três anos e ficou muito surpresa quando soube da importância do acompanhamento contínuo. “Quando a minha filha mais velha era bebê, não sabia que ela já podia ir ao dentista. Achei que só quando tivesse dente que tinha que levar, mas agora fui avisada e vou aproveitar essa oportunidade que a ParáPaz tá nos dando”, comentou.

Segundo a odontopediatra, Leila Hanna, responsável pelo atendimento, esse pensamento é comum entre as mães e ela alerta sobre a necessidade do acompanhamento a partir do nascimento. “Logo que fazemos exame na cavidade bucal de um bebê já podemos evitar vários problemas, entre eles cisto de erupção, língua presa, identificar e diagnosticar alterações patológicas bucais, dentes que nascem e que podem nascer em 40 dias, entre outros”, alertou.

Além de todas as orientações de saúde bucal durante as consultas, ao final é marcado o retorno dos pacientes, que devem voltar em três meses.

Projeto Mãe – O projeto está entre os vários existentes dentro do programa Territórios pela Paz (TerPaz). Ele foi criado para atender gestantes em vulnerabilidade financeira e que tenham passado por qualquer tipo de violência. O projeto atende em 13 polos da Fundação ParáPaz e orienta por um período de dois meses, através de palestras, todas as grávidas cadastradas. Ao final de cada edição, elas recebem certificado e kit enxoval, contendo banheira, fralda, conjunto de saída de maternidade, toalha, trocador, etc. A próxima edição está marcada para início em outubro.

Continuidade – No dia 7 de agosto, foi assinado o termo de cooperação entre Governo do Pará, através da ParáPaz e Secretaria de Articulação da Cidadania, com a Universidade Uninassau, onde os bebês receberão atendimentos médicos qualificados durante dois anos dentro da instituição, promovendo orientação e saúde de forma gratuita.