Início BACANA NEWS Bairro da Cabanagem recebe novas ações do Programa Territórios pela Paz

Bairro da Cabanagem recebe novas ações do Programa Territórios pela Paz

Compartilhar

Foto: Ascom / Sectet

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) e mais cinco órgãos estaduais estiveram na Escola Estadual José Valente Ribeiro nesta quinta-feira (11), para implementar e esclarecer a população sobre as atividades e projetos que vão desenvolver no bairro, por meio do Territórios pela Paz (TerPaz), do governo do Pará.

Dois dos cinco planos previstos pelo órgão para o bairro foram implementados, entre eles, os “Cursos de Formação Inicial e Continuada para Jovens e Adultos”. O objetivo é qualificar anualmente este público em diferentes cursos, buscando gerar oportunidades de acesso à educação, capacitação para o mercado de trabalho e possibilitar a geração de renda nas comunidades atendidas, contribuindo, assim, para a redução da situação de violência que atinge a região metropolitana de Belém.

A moradora da Cabanagem, Bruna Eduarda, que já está inscrita no curso de assistente administrativo, com aulas previstas para começarem na próxima segunda-feira (15), comemorou o fato de poder estudar próximo de onde mora e ressaltou a importância de levar educação e ocupação aos jovens da Cabanagem. “Eu gostei muito, pois são várias oportunidades para o bairro. Temos muitas pessoas carentes que precisam deste incentivo para não cair na criminalidade”, ressaltou.

O outro projeto, intitulado “Meu Endereço: lugar de paz e segurança social”, será realizado em parceria com a Universidade Federal do Pará (UFPA) e parte de três ações, sendo inovação tecnológica, assistência técnica multiprofissional e inclusão social, articulando as áreas de engenharia, arquitetura, urbanismo, jurídica, comunicação e serviço social.

A ideia é elaborar e emitir o chamado “Kit Meu Endereço”, composto de um conjunto de documentos, entre eles, planta de localização do imóvel, planta de limite de lote, laudo de condições socioambiental da moradia, laudo de avaliação do imóvel e guia de encaminhamento a programas sociais. O objetivo é auxiliar e direcionar os moradores em situação de conflitos socioambientais, fundiários e de vizinhança a programas de regularização, resolução de conflitos, melhoria habitacional, acesso a serviços, financiamentos, dentre outros, ofertados por diferentes instituições.

Serviço – Quem esteve presente ao evento desta quinta-feira participou ainda de palestras, assistiu a apresentações culturais, teve informações sobre acesso ao crédito e inscrição em cursos e oficinas. Até o momento, a coordenação do Programa Territórios pela Paz já prevê mais de 130 ações de inclusão social e de segurança pública com objetivos, metas e indicadores estabelecidos, que serão desenvolvidas e executadas por 30 áreas do governo, incluindo secretarias de Estado, fundações e autarquias nos bairros que serão atendidos inicialmente.

O titular da Sectet, Carlos Maneschy, disse que o TerPaz é fundamental para a expansão do sentimento de cidadania por todos e que o governo entende que, para garantir oportunidade, segurança e paz às pessoas, não basta apenas a atuação repressiva do aparato policial.

“Precisa mais do que isso, que também é importante e o governo já fez como uma primeira medida, mas é necessário ter uma sequência razoável a partir dessa lógica, que é garantir oportunidade, lazer, esporte, ocupação de renda”, completou. O secretário ressaltou ainda que a união de forças entre comunidade e poder público é de fundamental importância para o sucesso do programa.

Saúde – A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio da Coordenação Estadual de Saúde Bucal, também participou do início do Ter Paz na Cabanagem, levando uma ação de saúde bucal para a comunidade.

A coordenadora estadual de Saúde Bucal, Alessandra Amaral, representou a Sespa na abertura oficial, ressaltando que as ações serão permanentes no bairro a partir de agora. Para ela, a paz não depende só de ações no âmbito da segurança pública. “Nós temos que estar integrados. Saúde, educação, cultura e lazer, trazendo para a população a segurança e a presença do Estado, que vai estar aqui não só com a polícia, mas com todos os serviços necessários para contribuir com a melhoria da vida da população”.

A equipe de Saúde Bucal reuniu as crianças e seus responsáveis, numa sala de aula, para apresentação de um vídeo e palestra sobre o tema “Saúde Bucal: aprenda a cuidar dos dentinhos brincando”.

Com o uso de um modelo de arcada dentária, as crianças aprenderam sobre a forma correta de escovar os dentes, a usar o fio dental e que devem fazer isso todos os dias, principalmente, após as refeições. Uma informação importante que responsáveis receberam é que o primeiro molar permanente nasce por volta dos seis anos de idade e que precisa ser bem cuidado porque não é um “dente de leite”.

Jhully Vitória e Jhemilly, ambas de dois anos de idade, participaram da atividade juntamente com suas mães Elaine Silva e Bianca Almeida respectivamente. “O desenho animado chama a atenção das crianças para um tema importante para a saúde”, opinou Bianca.

Seaster – A população recebeu também serviços de encaminhamento para emissão de documentos, como certidão de nascimento (primeira e segunda via) e certidão de óbito (segunda via), com o apoio da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster).

Maria Benedita Nunes, 56, mora há 32 anos no bairro da Cabanagem. Ela e a filha acordaram cedo para conseguir os primeiros atendimentos. “Eu vim para conseguir emitir a segunda via da minha certidão de nascimento. Sempre foi muito difícil ter esses serviços aqui na comunidade. Então, pra gente está sendo muito bom. Eu fiquei sabendo dessa ação por meio do meu vizinho”, contou.

A filha, Diane Nunes, 38, avaliou como positiva a chegada do TerPaz. “Às vezes, as pessoas olham muito para o centro da cidade, mas é aqui que as pessoas, crianças e idosos estão necessitando de atenção. Isso é um sonho para cada morador. Chegou a nossa vez”, afirmou.

Para a diretora de Assistência Social da Seaster, Verena Arruda, o momento é simbólico. “Hoje é o nosso dia de entrada no programa. Estamos com os serviços de emissão de documentos e tratando sobre a oferta de cursos de capacitação, hortas comunitárias e linha de crédito, além do fortalecimento da rede de proteção socioassistencial. Tudo isso será feito de forma contínua, começando pela Cabanagem e, logo mais, nós chegamos ao Icuí”, informou a diretora.

Programa – O TerPaz, que teve sua criação oficial por meio de decreto assinado pelo governador Helder Barbalho no dia 10 de junho, destaca-se por ser um amplo esforço do Governo Estadual para a diminuição da vulnerabilidade social e o enfrentamento das dinâmicas da violência, a partir da articulação de ações de segurança pública e de cidadania em sete bairros da Grande Belém: Guamá, Jurunas, Terra Firme, Bengui e Cabanagem (Belém), Icuí (Ananindeua) e Nova União (Marituba). A Cabanagem, que tem cerca de 30 mil habitantes, de acordo com o último censo, foi o primeiro território a receber ações.

A ideia é investir em infraestrutura urbana e nas políticas públicas, como habitação, educação, saúde, esporte, cultura, lazer, entre outras, para garantir uma vida digna às pessoas, possibilitando o desenvolvimento humano dos territórios. Além disso, estabelecer novos parâmetros de atuação policial com vistas à redução da violência armada.

O programa beneficiará 370 mil pessoas diretamente e tem como público preferencial as vítimas da criminalidade, as mulheres em situação de risco e os jovens de 15 a 29 anos.

Com informações da Agência Pará