Início BACANA NEWS América Latina melhora clima econômico no quarto trimestre

América Latina melhora clima econômico no quarto trimestre

Compartilhar
Foto: reprodução internet

Ao passar de 43,2 pontos negativos para 39,3 pontos negativos do terceiro para o quarto trimestre deste ano, o Indicador de Clima Econômico (ICE) da América Latina registrou ligeira melhora. O indicador continua na zona desfavorável do ciclo econômico, apesar da evolução de 3,9 pontos.

Os dados foram divulgados nesta terça (24) pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). A melhora do ICE foi influenciada principalmente pela melhora do ISA, que subiu 4,4 pontos no quarto trimestre em relação ao trimestre anterior, passando de 98 pontos negativos para 93,6 pontos negativos.

É “um resultado ainda extremamente ruim”, segundo a FGV. Já o IE passou de 41,1 pontos positivos para 42,8 pontos positivos, uma alta de 1,7 ponto. A FGV destacou que a melhora do clima econômico do segundo para o terceiro trimestre era explicada pela reversão nas expectativas que passaram de pessimistas para otimistas, enquanto a avaliação da situação atual continuava piorando.

Exceto na Argentina e no Brasil, houve avanço do ICE em todos os países. Apesar disso, os indicadores de todos os países analisados continuam em níveis desfavoráveis. O ICE recuou 13,5 pontos, para 41 pontos negativos no quarto trimestre na Argentina.

Em todos os países, a projeção é de queda do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020, sendo a maior na Argentina (22%) e a menor no Paraguai (1,9%). No Brasil, a previsão era de uma queda de 6,5% e passou para 5,5%; no Chile era de 7,3% e passou para 6,1%.