Início BACANA NEWS Vistoria ao Hospital Barros Barreto aponta falta de medicamentos

Vistoria ao Hospital Barros Barreto aponta falta de medicamentos

Compartilhar

Foto: PJ dos Direitos Constitucionais Fundamentais e dos Direitos Humanos

Após denúncias de servidores e funcionários sobre a precariedade do Hospital Universitário João de Barros Barreto, o Ministério Público do Estado Pará (MPPA), por meio da promotora de justiça dos Direitos Constitucionais Fundamentais e dos Direitos Humanos, Suely Regina Ferreira Aguiar Catete, acompanhada de equipe técnica, realizou na última sexta-feira (5), vistoria na unidade de saúde vinculada à Universidade Federal do Pará.

A promotora explica que apesar do hospital ser uma unidade federal, a gestão de saúde é municipal, portanto cabe também ao MPPA a fiscalização dos serviços prestados, previstos em contratos com o município

‘’Os médicos de vários setores dentro do hospital, como clínica médica, residentes, infectologistas, pediatria e outros, fizeram uma série de denúncias para o MPPA e outros órgãos da esfera federal, pedindo que levássemos a situação ao Comitê Interinstitucional de Resolução Administrativa de Demandas de Saúde (Cirads)’’, informa a promotora Suely Catete.

Com as denúnicias formalizadas junto ao Cirads, a promotora Suely fez a vistoria no Hospital na sexta-feira passada, com a presença do coordenado do Comitê, juiz Homero Lamarão Neto, além da equipe técnica do MPPA.

Será emitido nos próximos dias pelos técnicos um relatório detalhado da vistoria. No entanto, a promotora adianta que alguns dos problemas já detectaos são alas vazias, leitos bloqueados (dos 226 leitos, 98 estão bloqueados), falta de medicamentos, entre outros.

A princípio a promotora analisa a questão como uma junção de problemas na gestão do hospital e na falta de recursos.

Os próximos passos da Promotoria serão a busca pela resolução dos problemas da unidade de saúde de forma extrajudicial.

Fonte: Ascom MPPA