Início BLOG DO BACANA UNAMA produz álcool gel para o combate ao coronavírus

UNAMA produz álcool gel para o combate ao coronavírus

Compartilhar

Foto: Divulgação

Por Rayanne Bulhões, UNAMA

Professores e alunos do curso de farmácia da UNAMA – Universidade da Amazônia estão mobilizados, em dois turnos, com a produção de álcool gel. O objetivo é a preparação de 600 frascos de 60ml e 30 recipientes de 500ml para a distribuição interna aos colaboradores da Instituição, visando o controle do COVID-19 (Coronavírus). Cerca de 20 alunos, dos últimos semestres, acompanhados de docentes de farmacotécnica revezam as atividades em laboratório, no campus Ananindeua.

Mais de 15 litros já foram entregues para os principais setores com maior fluxo de pessoas. Uma nova remessa deve ser finalizada até esta sexta-feira (19). Os lotes – com mais de 50 litros – tem a validade de quatro meses.

De acordo com a coordenadora do curso de Farmácia da Instituição, Adreanne Oliveira, a Universidade tem estrutura e profissionais habilitados para produzir esse produto. “Não é a primeira vez que produzimos álcool em gel. Porém, essa remessa é diferente e necessária. Vale ressaltar que nós temos laboratório próprio, higienizado, estamos equipados e acompanhados por doutores neste assunto. A nossa maior preocupação é evitar que o vírus possa se acomodar na nossa região, que já é úmida, e precisamos ter uma maior prevenção”, disse a gestora.

A produção de álcool gel tem quatro etapas. A primeira é a separação do álcool líquido e a medição dos produtos a serem misturados. O segundo passo é colocar o álcool em um recipiente de vidro e, posteriormente, adicionar a substância de gelificação do produto, que ajusta pH da mistura. O processo é levado a um agitador por – no mínimo – 30 minutos. Após a homogeneização, o produto é colocado em uma batedeira industrial e passa mais 30 minutos para haver a incorporação total do gel. A mistura permanece durante três horas em repouso para o teste de pH, que deve ficar na escada de 4 a 7. Por fim, a última etapa é a embalagem.

O percentual 70% é o indicado para matar qualquer bactéria ou vírus. “O de menor porcentagem só diminui a produção desse vírus. Existe todo um protocolo para se fazer um álcool gel e nós já temos essa matéria prima, compradas com fornecedores registrados pela Anvisa”, lembra a coordenadora.