Início BACANA NEWS Redução da violência em Ananindeua é apresentada ao Ministro Sérgio Moro

Redução da violência em Ananindeua é apresentada ao Ministro Sérgio Moro

Compartilhar

Foto: Marco Santos/Ag. Pará

Por Agência Pará

Nenhum homicídio foi registrado no município de Ananindeua neste mês de outubro e, de 30 de agosto, até então, período em que o projeto-piloto “Em Frente Brasil” atua no município da região metropolitana de Belém, os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) reduziram em 53% se comparados ao mesmo período do ano anterior. Esses e outros dados foram apresentados, nesta segunda-feira (7), ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, que está na capital paraense acompanhado do Secretário Nacional de Segurança Pública, General Guilherme Theophilo.

Neste mesmo recorte, foi apontada ainda uma redução de 60% nos casos específicos de homicídios. Entre os bairros que compõem as áreas integradas operacionais estão: Curuçambá, Distrito Industrial, Icuí-Guajará, Paar, 40 Horas, Aurá, entre outros. Os dados são da Secretaria de Inteligência e Análise Criminal (SIAC), vinculada à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup).

“Ananindeua tinha um histórico de violência onde, não raramente, acontecia mais de um homicídio por dia, e como foi dito pelo governador, neste início de mês não houve nenhum crime dessa natureza. É um projeto relativamente novo, mas com bons resultados alcançados. A palavra chave tem sido ‘integração’. Quando caminhamos juntos, conseguimos alcançar um bom resultado”, avaliou o ministro Sérgio Moro durante uma reunião técnica com o governador do Pará, Helder Barbalho, o secretário de Segurança do Estado, Ualame Machado, e a cúpula da segurança pública do Pará, reunindo órgãos municipais, estaduais e federais no Palácio do Governo em Belém.

Moro reconheceu também o combate da atual gestão contra a criminalidade. “Tenho conhecimento que o Governo já vinha fazendo uma ação significativa, percebemos que os índices estão caindo em todo o Estado”, acrescentou.

Ações

Para se chegar a diminuição dos crimes no município, diversas operações integradas foram deflagradas, como a “Saída e Chegada Segura”, no momento em que a população sai para o trabalho ou escolas, “Patrulhamento nos Rios”, além da fiscalização em estabelecimentos comerciais, cumprimentos de mandados de prisão, entre outros.

A redução da violência no município reflete também nas cidades vizinhas que compõem a Região Metropolitana de Belém. No mês de setembro, ainda de acordo com dados da Segup, houve diminuição de 100% dos homicídios no município de Benevides, 93% em Marituba e 61% nas cidades de Belém e Ananindeua.

“Essa é a demonstração clara de que estamos no caminho certo, dada a integração de ações da segurança pública, coordenada pelo governo federal em interface com as instituições locais. Porém, não se faz segurança pública sem polícia, mas também não se faz segurança pública apenas com polícia. O segundo passo a ser dado no projeto corresponde às ações de transformação social, como educação, saúde, oportunidade de renda, semelhante as ações do Estado no projeto Territórios pela Paz”, ressaltou o governador Helder Barbalho.

Realidade local

O Estado do Pará possui dimensões continentais, é cercado de rios, fazendo fronteira com países que possuem histórico de fabricação de drogas. Tão grande quanto às dificuldades, é a integração dos órgãos de segurança, das mais variadas esferas para o enfrentamento ao crime. “O Estado, com todas as suas dimensões, não conseguiria alcançar bons resultados se não fosse a integração entre as forças. É necessário registrar esse trabalho conjunto”, ressaltou o secretário de segurança estadual, Ualame Machado.

Gestor do principal beneficiário da iniciativa, o prefeito de Ananindeua agradeceu a escolha do local de implantação. “É um projeto recém instalado, mas que já demonstrou a sua força. Sem dúvidas deixará frutos para o futuro e que se estenderá à cidades vizinhas. A Força tarefa veio para nos ajudar. Hoje o Estado do Pará já começa a contar uma certa vantagem, e tenho certeza que não será temporário. Obrigado por essa oportunidade. Mudar o cenário na história do Brasil e no Estado do Pará”, disse Manoel Pioneiro.

Sobre o projeto –  O “Em Frente Brasil”, coordenado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, foi instalado no município de Ananindeua no dia 30 de agosto. O programa tem como objetivo o enfrentamento à criminalidade violenta, através de ações conjuntas entre União, Estados e Municípios. O município da Região Metropolitana de Belém foi escolhido, por conta dos altos índices de homicídios. A iniciativa do Ministério da Segurança visa não só diminuir os índices de criminalidade, mas também transformar a realidade socioeconômica dos territórios contemplados pelo projeto e criar políticas públicas de segurança para a região.

No município de Ananindeua, o projeto tem atuação em 14 bairros: Icuí, 40 horas, Paar, Curuçambá, Distrito Industrial, Aurá, Águas Lindas, Águas Brancas, Jaderlândia, Guanabara, Coqueiro, Cidade Nova, Guajará e Levilândia.

“O Em frente Brasil está instalado em cinco municípios do Brasil. O Governo Federal está atento em todo o País. Vamos utilizar esse aprendizado para expandir essa iniciativa para outras cidades. Acertos, erros e correções podem e devem existir. O principal é a integração, políticas públicas consistentes”, finalizou Sérgio Moro.