Início BACANA NEWS Prefeitos e vice-prefeitos são eleitos em 85 cidades brasileiras mesmo com multas...

Prefeitos e vice-prefeitos são eleitos em 85 cidades brasileiras mesmo com multas por infrações ambientais

Compartilhar

Foto: divulgação

Cerca de um terço dos candidatos a prefeito e vice com multas que disputaram as eleições saíram vitoriosos nas urnas. Nestas eleições, 85 municípios brasileiros elegeram prefeitos ou vices multados pelo Ibama por cometerem infrações ambientais na última década.

Eles foram autuados por desmatamento, queimadas, exploração de floresta nativa localizada em reservas ou por prestar informações falsas para os órgãos ambientais a fim de acobertar atividades ilegais.

A maior parte desses políticos são do MDB, seguidos pelo PP e DEM, segundo levantamento da Agência Pública. A agência já havia revelado que 223 candidatos nestas condições concorreram em 2020.

Dois estados da Amazônia Legal que mais tiveram prefeitos e vices eleitos com multas ambientais, foram Pará e Mato Grosso, ambos com dez políticos eleitos em cada.

Juntos, estes dois estados representam cerca de um quarto de todos os 87 prefeitos e vices com multas ambientais que foram eleitos em 2020. No Pará, é o município de Trairão que encabeça a lista: tanto o prefeito Valdinei José Ferreira e seu vice, Maurício de Lima Santos.

Água Azul Do Norte, Parauapebas, Rurópolis, São Félix Do Xingu, Tomé-Açu, Tucumã, Itaituba e Novo Progresso também elegeram candidatos nestas condições.