Início BACANA NEWS MPF solicita suspensão das atividades de empresa de segurança que atuava como...

MPF solicita suspensão das atividades de empresa de segurança que atuava como milícia rural no Pará

Compartilhar

Foto: Ascom/ PRF

Por G1 Pará

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou um pedido cautelar para suspender as atividades de uma empresa que realizava serviços de segurança na cidade de Marabá, sudeste do Pará. De acordo com investigações realizadas pelo MPF, a empresa atuava como uma milícia em fazendas da região do Lago dos Macacos, zona rural do município.

No final do mês de setembro, oito pessoas foram presas na localidade, também sob suspeita de formação de milícia. Após denúncias feitas por ribeirinhos que vivem no local, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizaram as prisões e apreenderam quatro revólveres, quatro espingardas e 52 munições.

De acordo com o MPF, esses presos faziam parte de uma empresa de segurança, contratada por grandes fazendeiros da região que buscavam expandir os lotes de terra. A empresa, portanto, deveria invadir os pequenos lotes dos ribeirinhos, para que eles fossem anexados às terras dos contratantes.

As investigações do MPF apontam que as invasões eram realizadas com violência. Os milicianos possuíam armamento pesado e, em alguns casos, chegavam a atear fogo em alguns barracos.