Início BACANA NEWS Jatene arregou.

Jatene arregou.

Compartilhar

É de costume em todo o mundo.
O governante que sai passa a faixa para o que entra.
É da democracia, da liturgia do cargo.
Mas o atual governador em fim de mandato Simão Jatene não fará isso, anunciou na entrega do hospital inacabado Abelardo Santos em Icoaraci.
Deve ser mesmo difícil para alguém que tem um ego comparado ao tamanho da galáxia passar a faixa para aquele que não foi o seu candidato.
Fora claro, a arrogância e prepotência tão conhecidas de Jatene, não permitiria que ele fizesse o gesto que todos, derrotados ou vencedores, cumprem ao redor do mundo.
Jatene vê chegar ao fim seus mais de 20 anos de poder maquiados por uma propaganda bilionária, que iludiu muitos por muito tempo. E enriqueceu alguns.
Vê de forma melancólica, com mais de 70% de rejeição – foi escondido da propaganda de Marcio pois não tinha muito a acrescentar – o seu fim político.
Terá tempo para fazer aquilo que fez durante tantos dias de trabalho, sair para pescar escondido em São Caetano de Odivelas, pelo menos agora poderá fazer sem se esconder.
Terá tempo de ficar mais tempo ainda embalada na sua rede, cantando Romaria agora apenas para os empregados de casa.
Sai com ele um batalhão de DAS que foram alocados no governo, como nunca antes na história desse estado, sai com ele uma administração enfadonha, sua falta de apetite para o cargo, seus índices em segurança e educação piores da história do Pará.
Pensando bem, faria o que ali Jatene?
Não fará falta.