Início BLOG DO BACANA Helder Barbalho tem 46,7% de avaliação positiva em pesquisa desenvolvida pelo Instituto...

Helder Barbalho tem 46,7% de avaliação positiva em pesquisa desenvolvida pelo Instituto Acertar

Compartilhar

Foto: Bruno Cecim/Ag.Pará

O Instituto de Pesquisas Acertar, realizou uma pesquisa no período de 4 a 8 de janeiro de 2021, com a intenção de avaliar o nível de satisfação do eleitor belenense em relação ao governo de Helder Barbalho e os resultados do estudo apontaram que 46,7% dos entrevistados avaliaram a administração do governador Helder Barbalho de forma positiva, sendo que (9,7% ótima e 37,0% boa). Responderam que a administração de Helder está regular, 38,7 e para 13,3% a administração Helder é avaliada de forma negativa, sendo que (9,0% ruim e 4,3% disseram que está péssima). Dos entrevistados, 1,3% preferiram não expressar suas opiniões. A avaliação negativa se fez mais presente junto as pessoas mais jovens e junto as pessoas com maior nível de escolaridade e aqueles que ganham de 5 SM a mais.

Foram ouvidas pela pesquisa, via telefone, 467 pessoas de ambos os sexos, moradoras dos oito Distritos Administrativos (DABEL, DABEN, DASAC, DAGUA, DAICO, DAENT, DAMOS, DAOUT), que compõem o município. A margem de erro da pesquisa é de 4,6% e o intervalo de confiança é de 95,0%.

Foi solicitado que os respondentes demonstrassem suas expectativas para o ano de 2021 em relação ao governo de Helder Barbalho e 73,6% acreditam que o governo vai melhorar, para 2,6% vai piorar e 22,0% acham que vai continuar como está. Não opinaram em relação a pergunta, 1,8% dos eleitores entrevistados.

Segundo os entrevistados, o governo Helder deverá priorizar nos próximos meses a aquisição de vacina para o combate a pandemia, mencionado por 22,9% dos entrevistados, a criação de empregos/oportunidade de trabalho, foi citado por 16,3%, a área da saúde pública/fiscalizar as OS dos hospitais/melhorar infraestrutura, foi citado por 15,9%, a área da educação pública com reforma de escolas/voltar as aulas/garantir o auxílio emergencial para estudantes ficou em quarto lugar citado por 7,5% dos entrevistados, a conservação e pavimentação de rodovias obteve 7,0% e a área de segurança 6,6%. Essas foram as demandas que receberam o maior número de citações.