Início BACANA NEWS Governo Estadual autoriza pavimentação no trecho entre a BR-230 e Jacareacanga

Governo Estadual autoriza pavimentação no trecho entre a BR-230 e Jacareacanga

Compartilhar

Foto: Bruno Cecim / Ag.Pará

Em mais uma ação da “Caravana Por Todo o Pará”, o governador do Estado, Helder Barbalho, assinou nesta terça-feira (9), a ordem de serviço que autoriza obras de pavimentação asfáltica de 8,7 km no trecho urbano que liga a rodovia BR-230, a Transamazônica, ao município de Jacareacanga, sudoeste paraense. Os moradores da região comemoraram a iniciativa e destacaram que o trecho vai melhorar a entrada da cidade.

As melhorias, que serão realizadas pela Secretaria de Estado de Transporte (Setran), estão orçadas em R$ 8,4 milhões e devem ficar prontas em 300 dias.

“Os moradores esperavam essa obra de ligação asfáltica da BR-230, a Transamazônica, até o centro de Jacareacanga há tempos. Agora, a população da cidade terá uma entrada mais digna. Estamos governando por todo o Pará e não deixando que as distâncias signifiquem a ausência de governo. Juntos somos capazes e estamos aqui para trabalhar em uma única frente, que é a favor do nosso Estado, governando nos 144 municípios e para todos os paraenses”, destacou Helder Barbalho.

A assinatura dos trabalhos foi realizada no trevo de entrada da cidade, às margens da rodovia BR-230, e contou com a presença do vice-governador do Estado, Lúcio Vale, o prefeito de Jacareacanga, Raimundo Santiago, o secretário-adjunto da Setran, João Bosco Lobo, além da comitiva formada por deputados estaduais. Na chegada ao trevo, Helder foi recebido com festa pelos moradores e fez questão de cumprimentá-los.

Durante o discurso, o governador lembrou que, além das obras de pavimentação da cidade, Jacareacanga também deve ganhar a primeira agência do Banpará, que vai facilitar a vida dos moradores. Por enquanto, a população tem que se deslocar até o município de Itaituba para realizar operações bancárias.

“O Banpará é muito importante. Minha determinação é levar as agências, principalmente, para as cidades onde não tem serviço bancário para fortalecer o comércio e garantir que o serviço seja eficaz, sem que as pessoas precisem se descolar para as municípios vizinhos. A meta é chegar aos 144 municípios com o Banpará até o fim do nosso governo”, enfatizou.

O prefeito de Jacareacanga, Raimundo Santiago, lembrou, durante seu discurso, que o local onde ocorreu a assinatura da ordem de serviço também foi utilizado pelo então presidente Emílio Médice quando o Governo Federal, na década de 70, autorizou o começo das obras na Transamazônica.

“Assim como na época de Médice, hoje é um dia histórico em Jacareacanga. A expectativa dos moradores é muito grande também. Então, nós temos gratidão por tudo, pelo apoio do governador e pela forma que sempre nos tem recebido. Posso dizer que a população está muito feliz, o trecho com certeza vai tirar Jacareacanga do isolamento”, ressaltou.

Expectativa – Centenas de moradores acompanharam a Caravana com o governador Helder Barbalho. Foi um dia atípico na pacata cidade do sudoeste paraense. O início das obras foi motivo de comemoração, principalmente, para quem precisa utilizar o trecho constantemente como o piloto de lancha Raimundo de Oliveira, 38.

“Tudo que vem para melhorar a cidade é motivo de alegria. Com esse trecho asfaltado vai ser melhor para chegar e partir do município, fora que deixa ela mais bonita também”, disse ele, que trabalha no Porto Sonrisal, que fica às margens do Rio Tapajós.

A mesma opinião é compartilhada pelo estudante Elivelton Kaba, 18, que acompanhou a assinatura da ordem de serviço na cidade, na tarde desta terça-feira. “Vai melhorar bastante, principalmente, para quem vai em direção a Itaituba. Acredito que vai deixar a cidade mais bonit

a e já ajuda bastante na viagem. É a primeira vez que algum governo olha para Jacareacanga”, observou Elivelton, que cursa o ensino médio e mora na cidade com os pais.

Indígenas – Criado há 27 anos, o município de Jacareacanga fica distante cerca de dois mil quilômetros da capital do Estado, Belém. Segundo a prefeitura, hoje a cidade abriga aproximadamente 42 mil habitantes e possui uma das maiores populações indígenas do Pará. São cerca de 14 mil indivíduos concentrados em duas aldeias: Kaiabi e Munduruku. Estes últimos estão localizados em 140 aldeias na região.

Os números contrastam com pessoas vindas de outros lugares devido a criação da Transamazônica e da atividade mineraria no fim da década de 50, que provocou um forte movimento migratório. Além da mineração, que ainda é a base da economia do município, o comércio também está entre as principais atividades da região.

No mês de julho, a atração da cidade é o Rio São Benedito, que se torna ponto de lazer e serve para pesca turística. Já entre setembro e outubro, os jacareacanguenses passam a aproveitar a “Praia do Pânico”, que se forma quando o Rio Tapajós seca.

Ofício – Em um passeio pela cidade, é comum encontrar indígenas das tribos Munduruku e Kaiabi, que se descolam até Jacareacanga para receber assistência médica e odontológica. Todos são assistidos por casas indígenas da administração municipal, que tem a missão de oferecer transporte e abrigo quando eles precisam ir até a cidade.

Com 14 mil integrantes, a Associação Pussuru foi criada há 28 anos com o intuito de defender os direitos dos Munduruku. Os indígenas possuem uma sede própria na avenida Tenente Fernandes, no centro da cidade.

“Nossa missão aqui é lutar para fiscalizar as terras indígenas, mas também oferecer saúde e educação dignas para nosso povo. Através da associação, já conseguimos a demarcação e homologação de nossas terras”, explica o presidente da Pussuru, Adaisio Crixe.

Durante a passagem da Caravana, os indígenas entregaram um ofício ao governador Helder Barbalho, solicitando a retomada das obras de uma escola de ensino médio na Aldeia Saicinza, que fica cerca de 45 km de Jacareacanga. O prefeito da cidade adiantou que o Estado se comprometeu em atender a demanda.

Caravana – A Caravana Por Todo o Pará segue pelas regiões do Xingu e Tapajós até quinta-feira (11). No total, 15 municípios serão visitados pelo governador Helder Barbalho e uma comitiva composta por secretários, deputados e prefeitos. Obras e serviços de infraestrutura urbana serão inaugurados e anunciados nas cidades. A iniciativa é inédita e reforça o compromisso do Estado com todas as regiões, com atenção para áreas que ficam sob a influência das BRs 163 e 230.

Com informações da Agência Pará