Início BACANA NEWS Governo do Pará e Cosanpa vão retomar obra parada há mais de...

Governo do Pará e Cosanpa vão retomar obra parada há mais de 15 anos em Soure

Compartilhar

Foto: Divulgação

Com informações da Agência Pará

Tubulações, cabos e também estruturas já prontas como filtros e aeradores (que têm a função de incorporar o oxigênio à água) abandonados. Há mais de 15 anos, os equipamentos que poderiam estar sendo usados no sistema de água na cidade de Soure estão só acumulado mato e ocupando espaço na sede da Companhia de Saneamento do Pará, no município marajoara.

A obra, que deveria ter sido concluída em pouco mais de um ano, nunca saiu do papel. Além disso, o atual sistema de abastecimento de água também deixou de receber investimentos. Equipamentos ficaram enferrujados e com vazamentos. Durante as ações do Governo Por Todo o Pará, na região do Marajó, o Governador do Estado do Pará autorizou a retomada das obras.

“A obra ficou paralisada por complicações jurídicas durante todos esses anos. Nós vamos terminar essa obra. O Governador liberou R$ 745 mil para a cidade para que a Cosanpa possa executar essa obra e terminar as instalações para fornecer água com maior quantidade para os moradores de Soure. E, por outro lado, vamos fazer as manutenções nas estações também”, garantiu José Antonio De Angelis, presidente da Cosanpa.

Em Anajás, a situação na qual a Companhia foi deixada chamou a atenção do titular da Companhia e logo após a visita, o presidente determinou a ida de um engenheiro da Cosanpa até o local para realização do levantamento da manutenção necessária para que o sistema opere normalmente. “Em Anajás, encontrei um completo descaso: instalações todas abandonadas sem condições de estarem funcionando, não sei como hoje ainda estão fornecendo água para a população. Nós vamos tomar as providencias de manutenção para que a gente possa operar dignamente o abastecimento. Visitei a obra que está paralisada e já estamos em contato com a SEDOP (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas) para que a gente possa reiniciar as obras e, assim que elas estiverem concluídas, podemos operar com esse novo sistema e reformar totalmente o sistema existente que está muito precário”, explicou De Angelis.

Já no município de Breves, as obras que foram retomadas em julho seguem em ritmo acelerado e o sistema atual está sendo revitalizado para que a população receba água de qualidade e na quantidade adequada.

“Essas situações vão sair do papel, vamos colocar isso à frente com todo nosso empenho, vamos cobrar de todos os nossos colaboradores e diretores que já estão sabendo das situações que eu estou trazendo da região do Marajó, todos estão empenhados em resolver. Assim vamos conseguir melhorar realmente o abastecimento de toda essa região e dar qualidade de vida para os moradores do Marajó”, concluiu o presidente da Cosanpa.