Início BACANA NEWS Estado inaugura novas instalações da primeira Diretoria de Combate à Corrupção do...

Estado inaugura novas instalações da primeira Diretoria de Combate à Corrupção do Brasil

Compartilhar

Foto: Marcelo Seabra / Ag.Pará

Com informações da Agência Pará

Em funcionamento desde o ano passado, a primeira Diretoria de Combate à Corrupção (Decor) do País, ligada à Polícia Civil do Estado do Pará, está funcionando em espaço mais amplo e equipado. O governador Helder Barbalho, acompanhado do vice-governador, Lúcio Vale, inaugurou nesta quinta-feira (23), as instalações da Diretoria nas dependências da Delegacia-Geral, em Belém. O local passou por reforma, realizada com recursos do Fundo de Investimento em Segurança Pública (Fisp), também utilizados na aquisição de equipamentos especializados e qualificação dos servidores.

As instalações abrigam as divisões de Repressão à Lavagem de Dinheiro; de Repressão à Corrupção e aos Desvios de Recursos Públicos, e de Repressão aos Crimes de Ordem Tributária. Segundo Helder Barbalho, além do cumprimento de uma agenda de Governo, a Decor reforça que o combate à corrupção é uma diretriz de Estado.

“Que seja uma causa a mover e unir a todos, para que estas ações possam promover a boa aplicação de recursos, a garantia da utilização junto às suas finalidades e, claro, construir uma cultura muito clara de que não há espaço para a impunidade”, ressaltou o governador. A primeira-dama, Daniela Barbalho, secretários de Estado, deputados estaduais e membros do Ministério Público, Defensoria Pública e demais órgãos do Poder Judiciário acompanharam a inauguração do prédio.

O titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado, afirmou que a nova estrutura condiz com a importância do trabalho de investigação conduzido pela Polícia Civil, de um modo geral. “É uma realidade em qualquer tipo de crime, e para eliminá-lo é preciso desestruturar financeiramente qualquer organização criminosa. Nada mais justo que o Estado reconheça o valor disso”, destacou.

A Decor não é voltada apenas a investigações relacionadas à suspeição de corrupção. De acordo com Alberto Teixeira, a atribuição institucional da Diretoria inclui qualificar os crimes, em apoio à atividade da Polícia Judiciária. Desde o início do funcionamento, a Diretoria já resgatou mais de R$ 1 milhão em ativos, valor oriundo de operações executadas pelas divisões da Polícia Civil.

Das mãos do delegado-geral da Polícia Civil, Alberto Teixeira, o governador recebeu uma placa em reconhecimento à “excelência administrativa e competência gerencial” que resultaram na instalação da Diretoria de Combate à Corrupção.