Início BACANA NEWS  debate da artes cênicas no Sesc

 debate da artes cênicas no Sesc

Compartilhar

A cena das artes cênicas brasileira e paraense estará em debate no seminário de 20 anos do Palco Giratório do Sesc. Trazendo profissionais de todo o Brasil para mesas e apresentações, o Sesc realiza em Belém, no período de 16 a 19/11, o Seminário Palco Giratório. Uma oportunidade ímpar para atores sociais, coletivos, educadores, estudantes, artistas, produtores, público em geral e programadores de artes cênicas/curadores do projeto compartilharem depoimentos e reflexões acerca de suas relações com as artes cênicas, seu fomento, gestão e ensino.

Contendo mesas redondas, espetáculos, documentário e palestrantes atuantes interna e externamente ao Pará, o Seminário irá contribuir com o fomento e o intercâmbio sobre o desenvolvimento das artes cênicas no estado. As inscrições podem ser feitas no site goo.gl/CnMemb.

As mesas temáticas e os palestrantes de cada seminário vão expor os eixos norteadores de discussão do Palco Giratório 20 anos, que são: políticas continuadas para a difusão e intercâmbio das artes cênicas no Brasil; políticas de gestão e desenvolvimento cultural local; rede integrada de espaços e equipamentos culturais; o Palco Giratório: compromisso para com as artes cênicas no Brasil; impacto econômico de projetos de artes cênicas na cadeira produtiva da cultura; emergências e necessidades de políticas culturais para a descentralização das artes cênicas no Brasil.

No primeiro dia do seminário (16) teremos a abertura oficial e em seguida a mesa “Arte -Educador Contemporâneo: Formação e Ensino do Teatro, Dança e Circo”, com Marcelo Gianini (UFAL); Rosangela Colares (UFPA); Virginia Abasto (Centro de Treinamento Vida de Circo/PA). Mais tarde, às 17h, será a segunda mesa abordando o tema “Projetos de Artes Cênicas: Elaboração, Desafios e Resultados” com Waldete Brito (UFPA). E, logo após, às 19h, o Grupo Parafolclórico Frutos Do Pará fará a apresentação “Pará das Águas”.

Na sexta (17), às 15h, começa o segundo dia do seminário com a mesa  “Coletivos Cênicos: Desafios e Resultados na Manutenção de seus Espaços” com Paulo Ricardo (In Bust – Casarão do Boneco/PA); Sueli Guerra (Cia. da Ideia/RJ); Waldete Brito (Cia. Experimental de Dança/PA). Em seguida, às 17h, tem a mesa “Espetacularidades na Dança: Diálogos possíveis entre Tradição e Contemporaneidade”, com Giselle Guilhon (UFPA/UFSC); Maria Ana Azevedo (UFPA); Nazaré Azevedo (Grupo Parafolclórico Frutos do Pará). E, às 19h, tem a apresentação do espetáculo “Ânima Trama”, com Coletive Umdenós.

Sábado (18), às 14h, será exibido o documentário “Plié”, de Edielson Shinohara. Após a sessão haverá bate papo com Ana Flavia Mendes (Cia. Moderno de Dança) e integrantes da companhia, com mediação de Carol Abreu (Sesc). Classificação 18 anos. Em seguida, às 15h, será a mesa “Encontro com a Curadoria Sesc: Processos de trabalho entre estados – Programação de artes cênicas e Palco Giratório” com Álvaro Fernandes (Sesc PB); Clarissa Franchi (Sesc PA); Eduardo Felix (Coletivo Pigmalião Escultura Que Mexe/MG); Genário Dunas (Sesc AP); Mariana Pimentel (Sesc Departamento Nacional / RJ).

Finalizando o seminário e a etapa Pará 2017 do Palco Giratório, nos dias 18 e 19/11, às 19h. no Teatro Claudio Barradas, o Coletivo Pigmalião Escultura Que Mexe, de Minas Gerais, apresenta o espetáculo “O Quadro de Todos Juntos”. Uma família posa para um retrato. O instante de um flash revela além da superficialidade. Mostra a frágil estrutura por trás dessa imagem perfeita. Segredos postos ao chão. Suspensão do tempo. Cada um de seus integrantes expõe seus mais íntimos e secretos desejos. Todos são espelhos. Todos juntos. Um encontro de família em que a realidade, o simulacro e o delírio confrontam-se em um quadro mais que verdadeiro.Classificação 18 anos.

Serviço:

Seminário Palco Giratório 20 anos

 

16/11/17

14h00 às 14h30 – Cadastramento

14h30 às 15h00 – Abertura oficial, com a Diretoria do Sesc no Pará

15h00 às 16h30  – Mesa 1

Arte -Educador Contemporâneo: Formação e Ensino do Teatro, Dança e Circo

com Marcelo Gianini (UFAL); Rosangela Colares (UFPA); Virginia Abasto (Centro de Treinamento Vida de Circo/PA).

17h00 às 18h30 – Mesa 02

Projetos de Artes Cênicas: Elaboração, Desafios e Resultados com Waldete Brito (UFPA)

19h00 – Apresentação “Pará das Águas”, Grupo Parafolclórico Frutos Do Pará

Livre / 60 minutos

 17/11

15h às 16h30 – Mesa 03

Coletivos Cênicos: Desafios e Resultados na Manutenção de seus Espaços com Paulo Ricardo (In Bust – Casarão do Boneco/PA); Sueli Guerra (Cia. da Ideia/RJ); Waldete Brito (Cia. Experimental de Dança/PA).

17h00 às 18h30 – Mesa 04

Espetacularidades na Dança: Diálogos possíveis entre Tradição e Contemporaneidade

com Giselle Guilhon (UFPA/UFSC); Maria Ana Azevedo (UFPA); Nazaré Azevedo (Grupo Parafolclórico Frutos do Pará).

19h00 – Apresentação “Ânima Trama”, com Coletive Umdenós

Livre / 45 minutos

18/11

14h00 – Documentário “Plié”

Direção: Edielson Shinohara 20 min | Doc. | PA | 2017 | 18 anos

Após a exibição haverá bate papo com Ana Flavia Mendes (Cia. Moderno de Dança) e integrantes da companhia, com mediação de Carol Abreu (Sesc).

15h00 às 16h00 – Mesa 05

Encontro com a Curadoria Sesc: Processos de trabalho entre estados – Programação de artes cênicas e Palco Giratório com Álvaro Fernandes (Sesc PB); Clarissa Franchi (Sesc PA); Eduardo Felix (Coletivo Pigmalião Escultura Que Mexe/MG); Genário Dunas (Sesc AP); Mariana Pimentel (Sesc Departamento Nacional / RJ).

17h00 – Encerramento

18/11 às 19h 

Espetáculo Palco Giratório

“O Quadro de Todos Juntos”

Coletivo Pigmalião Escultura Que Mexe (MG)

18 anos / 60 min

Local: Teatro Claudio Barradas

(Rua Jerônimo Pimentel, nº 546, esquina com D. Romualdo de Seixas, Umarizal).

Ingressos: na bilheteria do teatro, às 18h.