Início ÉRIKA SARTORELLO CUSCUZ PAULISTA

CUSCUZ PAULISTA

Compartilhar

Este post é para você que adora Cuscuz Paulista e só saboreia em época de festa junina mas que deseja implementar na rotina alimentar! Atentem para saladinha ao lado, desta forma você enriquece com fibras e micronutrientes, ressaltando que, como leva ovo e carnes (moída ou frango desfiado, atum, camarão..) e ainda alguns vegetais (milho, ervilha, azeitona, cebola, tomate, cheiro verde..) no preparo, é uma refeição completa nutricionalmente que pode ser consumido quente ou frio, ideal para o inverno ou verão! Agora é só adequar as quantidades com seu nutricionista de acordo com seus anseios!

Ps.: Curiosidades: Existem algumas versões para o surgimento do Cuscuz Paulista, a receita tradicional para alguns autores é oriunda da África para outros é de origem Árabe, sendo que durante as incursões dos Bandeirantes, eram levados e se desfaziam no percurso, brilhantemente a galera da cozinha teve a brilhante ideia de umedecer para que chegassem inteiros até as paradas para refeições! Outra versão, mais popular, é que a farinha se misturava durante o balanço dos animais aos outros alimentos, dando origem a receita! Era servido com ajuda  de folhas de plantas dobradas que faziam a vez de guardanapos… De qualquer maneira que tenha sido, a gente agradece! 

Ps.: Vc não precisa parar de comer cuscuz, por ser rico em carboidrato, só saber adequar de acordo com seu objetivo, desta forma por exemplo, terá metabolização mais lenta, evitando hiperinsulinemia!

BOAS FESTAS JUNINAS, Apoveitem com moderação!