Início BACANA NEWS Corregedoria da PM investiga caso de soldado que matou cachorro a tiros...

Corregedoria da PM investiga caso de soldado que matou cachorro a tiros em Belém

Compartilhar

Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

Por G1 Pará

A Corregedoria da Polícia Militar abriu Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar a ação de um soldado da corporação que teria atirado e matado um cachorro, chamado Hulk, no bairro da Cabanagem, em Belém, na noite de terça-feira (13).

De acordo com a PM, o soldado de 31 anos, apontado como autor do crime, relatou que um cachorro de grande porte tentou invadir a sua residência onde estavam os filhos do militar, um deles recém-nascido, seu sobrinho, esposa e pais. Para resguardar a integridade física da família, o policial realizou um disparo de arma de fogo contra o cão, que foi atingido e morreu no local.

Segundo o relato dado à Polícia, o policial se irritou com os latidos e atirou três vezes contra o cachorro. A dona do animal disse que o filho, de 14 anos, estava passeando com o cão na rua, quando os dois passaram em frente à casa do policial. De acordo com ela, os cachorros do militar começaram a latir de dentro da casa e Hulk teria se aproximado do portão.

As investigações são conduzidas por meio do inquérito aberto pela Polícia Civil. Um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia da Cabanagem.