Início BACANA NEWS Casos confirmados de calazar em cães aumentam nas áreas urbana e rural...

Casos confirmados de calazar em cães aumentam nas áreas urbana e rural de Santarém

Compartilhar

Foto: Reprodução/TV Fronteira

O número de casos confirmados de calazar em cães (Leishmaniose visceral) tem preocupado a Divisão de Saúde de Santarém (Divisa), no oeste do Pará. Nos últimos três anos o índice tem aumentado nas zonas urbana e rural do município. A doença é contagiosa e pode ser transmitida a humanos por picada de mosquito.

Conforme dados do Centro de Controle de Zoonoses do município (CCZ), desde janeiro de 2016 até junho de 2019 foram contabilizados 13.176 testes sanguíneos nas áreas urbana e rural, sendo que desse total 22,29% deram positivos para a doença. A porcentagem representa 2.938 animais infectados.

Na área urbana, os bairros que apresentaram mais casos confirmados em 2018 foram: Floresta (74), Diamantino (42), Aeroporto Velho (36), Santarenzinho (28), Nova República (26) e Jardim Santarém (25). No total foram feitos 1.727 exames e 488 foram positivos.

Já em 2019, até junho, os que mais registraram são: Diamantino (26), Nova República (13) e Aeroporto Velho (11).

Fonte: G1 Santarém