Início BLOG DO BACANA Campanha visa estimular o fortalecimento da cultura do pescado do Pará

Campanha visa estimular o fortalecimento da cultura do pescado do Pará

Compartilhar

Foto: Divulgação/FIEPA

Com informações do Sistema FIEPA

A iniciativa de fortalecer a cadeia do pescado, através do convênio firmado em 2019 entre a REDES/FIEPA e a Norte Energia, e que já vem desenvolvendo ações em 12 municípios da região do Xingu, lançou na última semana a campanha “O Peixe é”. O novo projeto mostra as potencialidades do setor e pretende despertar maior consciência sobre a cultura do pescado no Pará.

A campanha tem como objetivo valorizar ainda mais o segmento do pescado na região do Xingu e em todo o Estado, tanto da pesca artesanal quanto a de consumo e ornamental; disseminar o conhecimento das ações desenvolvidas pelo projeto; contribuir com a comunidade por meio da geração de mais conhecimentos sobre as riquezas da fauna local (peixes); e dar suporte e despertar o interesse das pessoas em ações futuras que serão desenvolvidas.

“É importante reconhecermos nossas potencialidades econômicas e valorizar a cultura do pescado local destacando os inúmeros aspectos que compõem o seu universo”, destaca o gestor executivo da REDES, Marcel Souza.

Para o gerente de Monitoramento Socioambiental da Norte Energia, Bruno Bahiana, a revitalização e o fortalecimento da cadeia do pescado representa o desenvolvimento de uma região.  “Esse é um dos vários legados que vamos deixar à população. A Companhia tem como meta contribuir positivamente com o meio socioeconômico e a biodiversidade. Por isso, é importante investir na cultura do pescado e promover o desenvolvimento da nossa região de maneira sustentável”, destacou Bruno.

O Pará se destaca por ser um dos maiores consumidores de pescado do país e ainda possui uma imensa variedade de espécies nativas. Essa diversidade, segundo o presidente do Sindicato das Indústrias de Pesca dos Estados do Pará e Amapá (SINPESCA), Apoliano do Nascimento, “proporciona ao consumidor diferentes alternativas de pescado, assim como na elaboração da culinária que atrai os olhos da população brasileira”.

Ainda segundo o presidente do SINPESCA, o pescado “é uma riqueza que movimenta uma cadeia produtiva do agronegócio com um grande potencial para o crescimento da economia paraense, através da geração de emprego e renda para a população, em contrapartida oferecendo para ela um pescado de qualidade e segurança alimentar”.

As ações da campanha deverão acontecer entre os meses de janeiro e setembro deste ano e abordarão diversos temas como O Peixe é Negócio, que apresentará os resultados do Diagnóstico Mercadológico do Pescado já executado pela REDES/FIEPA em parceria com a Norte Energia e que em breve será lançado ao mercado, assim como outros temas serão abordados ao longo do período da campanha.

“Esperamos estimular o fortalecimento a cadeia do pescado, e assim, a economia local, bem como as iniciativas empreendedoras desenvolvidas pelas comunidades atuantes, principalmente, em alguns municípios do Xingu. Além disso, desejamos que a consciência pela preservação da diversidade seja ativada, compartilhada e colocada em prática”, destaca Marcel.