Início BACANA NEWS Buracos tomam conta de vias em Belém

Buracos tomam conta de vias em Belém

Compartilhar

Foto: Celso Rodrigues/Diário do Pará

Por Luiz Guilherme Raos, DOL e Diário do Pará

A falta de estrutura urbana planejada para o tráfego de pedestres e veículos é um dos maiores entraves no momento em que Belém experimenta a época de maior transtorno: o período das chuvas. Entre novembro e meados de junho, quando a capital registra muitos temporais, várias ruas e avenidas malconservadas se tornam fontes inesgotáveis de buracos e eles se tornam verdadeiras ameaças para quem necessita sair de casa.

A reportagem do DIÁRIO percorreu algumas vias para constatar o problema e ver a dimensão do transtorno. Em uma formação natural, eles começam com pequenos buracos e, conforme as chuvas e o volume de tráfego de veículos aumentam, eles crescem e, em alguns casos, acabam tomando quase toda a pista, como é o caso de uma cratera na Avenida Rômulo Maiorana, esquina com a Travessa Lomas Valentinas, no bairro do Marco. O afundamento na pista ficou tão acentuado que acabou resvalando do outro lado. Não fossem os moradores do entorno amenizarem com o uso de aterro, a situação seria pior.

“Um rapaz que passa por aqui todos os dias resolveu jogar um pouco de aterro. Dois veículos já quebraram mola: um carro e uma moto. Este último chegou a cair no chão e nós o ajudamos”, lembra o auxiliar de serviços gerais Luciano Rodrigues, que trabalha em um quiosque em frente à gigante cratera. “Eles já estão ai há mais de um mês. Agora tem outro se formando. Estava bem pequeno e hoje já pega de surpresa quem vira da Lomas para a 25. Se não tiver cuidado, outros carros vão quebrar”, prevê.

Já na avenida Júlio César, entre o retorno do colégio Rego Barros e a Avenida Brigadeiro Protásio, um outro buraco junto ao canteiro central também assusta os motoristas que costumam trafegar em velocidade alta. A visualização do buraco só é possível quando os carros param no semáforo do retorno.

O mesmo problema pode ser visto na avenida Augusto Montenegro, que recentemente passou por obras, mas já apresenta vários pontos de buraqueira.

Em nota, a Prefeitura de Belém informa que, tanto a avenida Júlio César quanto a Augusto Montenegro receberam pavimentação recente. Na Rômulo Maiorana estão sendo feitos serviços de recuperação asfáltica em todos os trechos danificados, diz o texto.