Início BACANA NEWS Aniversário do Schivasappa leva cinema e música ao palco do Teatro

Aniversário do Schivasappa leva cinema e música ao palco do Teatro

Compartilhar

O curta-metragem “Allegro Pero No Mucho”, do paraense Cássio Tavernard, é uma das atrações do aniversário do Teatro. O filme é uma aventura audiovisual e musical nas profundezas de uma Belém submersa e traz de volta à tela a turma da Pororoca, que encantou o público em outros dois títulos do diretor. Tavernard explica que, aos poucos, aumenta o número de adultos entusiastas dos filmes animados. “A animação é vista como filme para criança, uma espécie de babá eletrônica dos pequenos. Porém, o desafio é agradar a todas as faixas etárias, e assim quebrar esse estigma. O que temos visto são adultos cada vez mais interessados em viver a experiência da animação”. A cantora Mariza Black também participará do evento, subindo ao palco na sequência. No repertório, a abordagem da artista promete ser diferente da usual, com um set voltado para a música popular.

Quem fecha a programação é a Amazônia Jazz Band, que desde 1994 traz a cultura de big band aos principais espaços musicais da cidade. Regida pelo maestro Nelson Neves, a banda enfatiza a atmosfera jazzística norte-americana, frequentemente misturando em seu repertório outros elementos da música local e mundial. Além de ser famosa na capital paraense, a AJB já tocou em Recife (PE), João Pessoa (PB), Natal (RN), Londrina (PR), Fortaleza (CE), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS) e Boyacá (Colômbia). Em entrevista, a gerente do teatro Claúdia Pinheiro disse: “Celebrar é sempre importante, temos que celebrar a vida, o amor, a arte. Este ano demoramos um pouco para finalizar porque pensamos na fusão de artes animação, canto popular e o jazz numa fusão para apresentar ao público que prestigia esta Casa de Espetáculo ao longo dos 32 anos de vida”.

Sobre o teatro

O Teatro Margarida Schivasappa é destinado exclusivamente para atividades culturais, como shows musicais e espetáculos de teatro e dança. Localizado no andar térreo da sede da Fundação, o teatro tem 505 assentos – sendo 481 lugares na plateia, 20 lugares nos camarotes (cativos),  área destinada a cadeirantes e quatro poltronas PNE. O Margarida foi inaugurado em 26 de fevereiro de 1987, completando 32 anos em 2019. Seu palco é de estilo italiano e piso fixo em madeira de ipê, possui quase 17 metros de boca de cena, o que o torna um espaço atrativo para trupes, grupos teatrais e artistas em geral.

Por Bianca Teixeira, da Agência Pará