Início BLOG DO BACANA A pedido da deputada Renilce, comissão é criada na Alepa para fiscalizar...

A pedido da deputada Renilce, comissão é criada na Alepa para fiscalizar recursos da Covid-19

Compartilhar

Foto: Divulgação

Na Sessão Remota da Assembleia Legislativa do Pará, desta quarta-feira (13), foi aprovada por unanimidade a criação da Comissão Externa que vai fiscalizar a aplicação dos recursos para o combate ao coronavírus nos municípios paraenses.

A criação da comissão foi requerida pela deputada Renilce Nicodemos (MDB). A parlamentar solicitou informações ao Tribunal de Contas dos Municípios que endossou o pedido de abertura da Comissão Externa.

“Fui informada que, desde o início da crise, o Tribunal analisou 1.173 processos de compras públicas, que totaliza despesas de 5,3 bilhões. Dessas contratações, apenas 1,11% do valor total foi destinado para compras de equipamentos e remédios para combater o covid-19”, explicou Renilce, que completou sua indignação: “Isso é muito grave!”

Ainda com base nas informações do Tribunal de Contas, Renilce disparou: “Foram suspensos 102 processos licitatórios num total de 233,5 bilhões que apresentaram irregularidades”.

A Comissão Externa terá os seguintes objetivos específicos:
•O levantamento situacional dos recursos enviados aos municípios para prevenção e combate à pandemia do covid-19.
• Fiscalização da aplicação de tais recursos no enfrentamento à pandemia.
• Acompanhamento junto às prefeituras e ao Tribunal de Contas dos

Municípios de contratos, processos administrativos para compra e processo de despesas públicas. Semanalmente, a Assembleia Legislativa do Pará vem decretando Estado de Calamidade Pública nos municípios paraenses, de modo que é necessária a atuação para verificar até que ponto os municípios estão se utilizando desse decreto para efetivamente combater e enfrentar a crise do coronavírus.

Em caráter de urgência, a Comissão Externa foi composta pelos deputados: Renilce Nicodemos (MDB), Igor Normando (PODEMOS), Wanderlan Quaresma (MDB), Júnior Hage (PDT) e Eliel Faustino (DEM). Os deputados atuarão nos levantamentos e fiscalizações dos recursos.